Ministério da Cultura e Avon apresentam
EN

o fogo que não se apaga

AMOR MALDITO

adélia sampaio

1984, 76’
  • 06 Jul
    23:00
    CineSesc
  • 10 Jul
    16:00
    Espaço Itaú Augusta
Primeiro longa brasileiro dirigido por uma mulher negra, o filme narra a história trágica de amor entre duas mulheres: Fernanda, uma executiva, e Sueli, uma ex-miss, filha de uma família evangélica e opressora, que comete suicídio. Tornada ré pela morte da ex-companheira, Fernanda é julgada por uma corte preconceituosa e cruel.

sobre a diretora adélia sampaio

Nasceu em Belo Horizonte. Foi a primeira mulher negra a dirigir um longa-metragem no Brasil, Amor Maldito. Produziu filmes como Parceiros de Aventura, de José Medeiros e Um Menino… Uma Mulher, de Roberto Mauro. Dirigiu Fugindo do Passado: um Drink para Tetéia e História Banal, entre outros.

Filmografia
[2004] AI-5 – O Dia que Não Existiu (Co-direção Paulo Markum)
[1987] Fugindo do Passado: Um Drink para Tetéia e História Banal
[1986] Scliar – A Trajetória
[1984] Amor Maldito
[1983] Adulto não Brinca
[1983] Na Poeira das Ruas
[1982] Agora um Deus Dança em Mim
[1979] Denúncia Vazia



título original

AMOR MALDITO

país

Brasil

classificação

16

roteiro

Adélia Sampaio, José Louzeiro

direção de fotografia

Paulo Cesar Mauro

montagem

Eduardo Leone

direção de arte

Dudu Continentino

som direto

Louzeiro Filho

trilha sonora

Antonio Perna Froes

produtor

Adélia Sampaio, João Elias

produção executiva

Eliana Cobbet

diretor de produção

Eliana Maria

companhia produtora

A. F. Sampaio Produções Artísticas, Gaivota Filmes

produtor associado

Edy Lima, Antonio Eckart, Francisco Damasio, José Medeiros e elenco e equipe em cooperativa

elenco

Monique Lafond, Wilma Dias, Emiliano Queiroz, Neuza Amaral, Tony Ferreira, Vinicius Salvatori, Nildo Parente, Maria Letícia, Jalusa Barcelos, Julia Miranda, Mário Petraglia, Marcus Vinicius, Sergio Ascoli, Octacílio Coutinho, Isolda Cresta

distribuição

Adélia Sampaio

contato

rejane.pulchra@gmail.com